Nossos agradecimentos a Carlos e JHC

Jornalismo que descreve fatos, não é militância política!

Posso não agradar a todos, mas tenho o respeito de todos. Esse nosso caminho aponta para o certo.

10/09/2019 por Por Raul Rodrigues

Segundo a filosofia do jornalismo, se os fatos existem já não existe mais a militância política. Pois a objetividade em se informar ao povo sobre os fatos políticos sendo eles construtivos ou negativos, retira a índole de militância. Militância é criticar a outrem em defesa de alguém. E descrever fatos é narrar evidências.

Quando a intensidade das criticas ferem aos ouvidos de quem ouve ou aos olhos do leitor, o jornalista ou escritor perde ao ouvinte ou leitor. Mesmo que não exista por trás da escrita ou fala a militância político-partidária.É uma questão de opinião, e opinião é direito de todos.

Porém, quando um programa ou jornal, por meio do seu ancora ou redator atinge a índices cujos valores dão ampla diferença em audiência ou de acessos onde escreve, significa a alta credibilidade atingida pelo mesmo. E credibilidade não se ganha nem se compra; se adquiri.

E, após analisarmos os números de ouvintes do programa Penedo Real, e, de leitores no CPA em nossas matérias somente temos que agradecer a todos e todas pelo sucesso alcançado depois de tanto trabalho, esforço e lutas judiciais contra o que dizemos e escrevemos, mesmo que tudo esteja fundamentado.

Nossa meta e objetivo nunca foram agradar a todos. Nem a um dos lados. Mantemo-nos na eterna busca da imparcialidade, custando-nos arranhões entre conhecidos que sejam, falsos amigos que tenhamos tido, ou sendo reconhecido por ambos os lados como quem critica aos fatos seja de quem for. 

Somos o Correio do Povo de Alagoas e o Penedo Real.

E obrigado a todos e todas que acreditam em nosso jornalismo empírico – não fizemos jornalismo –, apenas agradecemos a Deus pelo dom a nós oferecido que trabalhado por nossos professores e professoras tornou-se respeitado.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: jornalismo que descreve fatos - não é militância política!