Imagens recebidas de um amigo

Para quem nunca viu a Praça 12 de Abril no início do século XX.

Se Penedo tivesse a sua história contada acompanhada das imagens, seria inesquecível!

10/09/2019 por Por Raul Rodrigues

Penedo resiste ao tempo tronando-se uma das cidades mais virtuosas do Brasil. Une como poucas as marcas da história por meio das ruas hoje modificadas, praças alteradas, e da transformada por várias vezes, Avenida Floriano Peixoto.

A conhecida Rocheira, marco da navegação e porto para a chegada dos holandeses com suas naus de grande porte, tem registros apenas em pinturas, mas as primeiras fotografias ainda registram o fluente ancoradouro de embarcações.

O antigo porto comercial das grandes canoas de tolda ou barcaças que adentravam vindas do Oceano Atlântico, transformaram Penedo na terra do Hotel dos Viajantes, e depois, de tantos outros hotéis na Rua da Praia.

Referencia educacional tem como marco o Colégio Anchieta da família Lobo, vizinho a igreja Nossa Senhora da Corrente, da família Lemos, que ainda em pleno ano de 2019 remonta a história dos escravos fugitivos que ali abrigados e escondidos até a chagada das suas Cartas de Alforria.

O atual porto das balsas, jamais poderia demarcar as enchentes que transformaram a vida daquele espaço – Avenida Divaldo Suruagy, em atracadouro das grandes embarcações como comprovam as fotografias em anexos.

Penedo tem ricas histórias. Precisam apenas serem bem contadas para quem atraírem o chamado turismo. 

Vejam galeria de imagens inolvidáveis.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: para quem nunca viu a praça 12 de abril no início do século xx.