A "justa" injustiça

Como entender: professor deprimido tem que retornar às aulas, já juiz corrupto é aposentado.

Togados corruptos são aposentados. Professores doentes condenados a voltarem para as suas salas de aula

08/10/2019 por Por Raul Rodrigues

Vivemos tempos de confusas decisões. A justiça deveria ir parar no banco dois réus e os professores doentes com depressão de volta às suas salas de aulas por decisão médica. Mas quem conhece o seu corpo é a própria pessoa.

Esta semana um juiz Jairo Xavier foi aposentado por conduta imprópria à função dando provas inequívocas que errados estão os trabalhadores brasileiros que tentam se aposentar após trinta e cinco anos de efetivo tempo de contribuição e com idade permitida.

Já os professores com depressão ou síndrome de Burnout do mesmo estado que aposentou o juiz corrupto, terão que voltar às suas salas de aulas expondo-se aos alunos indisciplinados, em condições indignas de trabalho e com salários de subsistência.

Ou a justiça está certa e os médicos doidos, ou os médicos estão protegidos pelo manto branco para torturarem a professores e professoras com suas decisões monocráticas por somente eles entenderem que está doente.

Em Alagoas 66% dos professores estão doentes e fora de sala aula. Dados da própria classe médica. Mas os pobres conhecedores do conhecimento formam juiz e promotores não podem se aposentar por corrupção como fazem com juízes.

https://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2019/10/juiz-e-punido-com-aposentadoria-compulsoria-pelo-tribunal-de-justica_87664.php


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: como entender: professor deprimido tem que retornar às aulas - já juiz corrupto é aposentado.