Aliado de Alexandre Toledo...

Na Veja, ex-mulher detona Arthur Lira com denúncia de fortuna à base de propina

O que o professor Raul diz no Penedo Real, se confirma ou não?

06/12/2019 por Redação

O deputado federal Arthur Lira (foto), um dos alagoanos mais poderosos na República brasileira, ganhou uma tremenda dor de cabeça. Ele é o personagem central de uma reportagem na edição da Veja que saiu nesta sexta-feira. O conteúdo está disponível para assinantes no site da revista. Aliás, a notícia ficou durante quase todo o dia como destaque na página virtual da publicação. Título da reportagem: Líder do Centrão é acusado pela ex-mulher de acumular fortuna com propina. A ver o andamento do caso.

Segundo a Veja, com o terceiro mandato consecutivo em Brasília, o parlamentar “é cotado para substituir Rodrigo Maia no comando” da Câmara dos Deputados. A eleição ocorre somente em fevereiro de 2021. Ao longo do próximo ano, portanto, Lira terá a dura missão de cabalar votos, mas também precisa se livrar de encrencas na esfera judicial. Ele é réu em dois processos no STF.

As denúncias que agora ganham visibilidade pelas páginas da Veja têm como origem a ex-mulher do deputado. Jullyene Lins conta à revista que o então marido recebia malotes de dinheiro fruto de esquemas que resultavam em propina. Ela garante que ajudava a contar a grana que chegava ao apartamento do casal. Eles ficaram juntos entre 1997 e 2007. O casamento acabou em confusão.

A ex-mulher detalha como fazia para ajudar o então marido na contabilidade da suposta propina, além de operar a distribuição de recursos para aliados na política. “Eu contava, eu conferia, eu lacrava. Eu distribuía para vereadores quando era na campanha. Ele mandava: Faça tantos envelopes de tanto, de tal valor”, explica Jullyene ao jornalista Hugo Marques, que assina a matéria.

Segundo a revista, a denúncia da ex-companheira do parlamentar “não é desinteressada”. O repórter informa que ela briga na Justiça por uma pensão de 600 mil reais para os dois filhos do casal. Para provar o que diz, a denunciante teria apresentado evidências de que Lira esconde uma série de bens que está em nome de outras pessoas, os laranjas. Vai de fazenda a apartamento à beira-mar.

Ainda segundo a Veja, “a disputa sobre a pensão corre há mais de doze anos na Justiça alagoana”. Com toda essa demora, e sem um desfecho para sua demanda, Jullyene levou tudo o que sabe aos procuradores da Lava Jato. Ela prestou depoimento à Polícia Federal e reafirmou as denúncias. E reparem o que ela diz sobre o Judiciário alagoano: “Na Justiça daqui ele manda e desmanda”.

Procurado pela Veja, Arthur Lira não foi nada polido ao falar da mulher com quem foi casado durante uma década. Além de negar as acusações sobre o suposto esquema de propina, ele mandou ver: “Ela é uma vigarista profissional querendo extorquir dinheiro, inventando histórias. Meu patrimônio é o que está declarado no TSE”. Esta é a única declaração do deputado que a revista apresenta.

Como falei no começo, será preciso esperar para conferir os desdobramentos das revelações. Lira, estrela do Progressistas, conquistou espaço e prestígio na gestão de Eduardo Cunha como presidente da Câmara. Mesmo com a queda do então mandachuva, o alagoano seguiu em alta. Foi um dos articuladores na eleição de Rodrigo Maia para o comando da Casa. E quer muito mais.

Quando surge uma reportagem como esta, da Veja, que aplica um golpe direto no fígado de algum personagem poderoso, nunca se sabe se há outras motivações para a investida. Não que a revista tenha algum interesse obscuro no caso. Mas isso é uma coisa que depende de um certo clima para prosperar. Preto no branco, o que resta é uma baita enrascada para o voluntarioso Arthur Lira.


Fonte: cadaminuto.com.br - CPA

Tags: na veja - ex-mulher detona arthur lira com denúncia de fortuna à base de propina