Argentina estende quarentena

Argentina estende quarentena obrigatória até o dia 12 de abril

Em mensagem transmitida na noite deste domingo, Alberto Fernández diz que 'não se pode cair no falso dilema de saúde ou economia'

30/03/2020 por Redação

BUENOS AIRES — O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou que a quarentena obrigatória aplicada a todo território nacional será estendida até o dia 12 de abril. Em mensagem transmitida pela internet, ele afirmou que o momento é de agir, e que não existe um "falso dilema entre a saúde e a economia".


— Uma economia que cai pode se levantar. Uma pessoa que morre, essa não levanta mais.

Fernández também disse que vai agir para tentar diminuir os efeitos sobre uma já frágil economia argentina.

— Serei duro também com os que demitem as pessoas. Não podemos, em uma crise como essa, deixar os trabalhadores desamparados. Temos que ser solidários. Essa e hora de ganhar menos, não de perder.

A Argentina foi um dos primeiros países nas Américas a adotar medidas de restrição de movimentos, no dia 19 de março. Com isso, nenhum cidadão pode sair de suas casas e apenas supermercados, postos de gasolina, farmácias e hospitais seguem funcionando. O primeiro decreto venceria no dia 31 de março, porém passa inicialmente a valer por mais duas semanas.

— Os resultados iniciais são interessantes, vamos seguir neste caminho — afirmou.

Antes do pronunciamento, Fernández se reuniu com especialistas, que lhe recomendaram ampliar o prazo. Pouco depois, falando aos governadores por teleconferência, pediu que fossem duros, especialmente com comerciantes que aumentem os preços de forma abusiva, segundo informações do jornal Clarín. Além da quarentena, a Argentina fechou todas as fronteiras até a terça-feira. A Argentina tem 820 casos da Covid-19, com 20 mortes.


Fonte: oglobo.globo.com

Tags: argentina estende quarentena obrigatória até o dia 12 de abril