Bilionário doa R$ 100 milhões para o povo

Homem mais rico da Colômbia doa mais de R$ 100 milhões para população pobre contra pandemia de Covid-19

Banqueiro anuncia que dinheiro será usado para comprar alimentos, respiradores e outros itens médicos

31/03/2020 por Redação

BOGOTÁ - O banqueiro Luis Carlos Sarmiento, o homem mais rico da Colômbia segundo a revista Forbes, anunciou nesta segunda-feira uma doação superior a R$ 100 milhões para combater o novo coronavírus em seu país.


Em carta pública para o presidente Iván Duque, o bilionário indicou que desembolsará 80 bilhões de pesos, o equivalente a R$ 103 milhões, em alimentos para a população mais vulnerável da Colômbia, um dos países mais desiguais do continente, segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Os recursos também serão utilizados na compra de 300 mil kits de diagnóstico do vírus que assola o mundo, bem como na compra de "ventiladores para atendimento de pacientes com insuficiência pulmonar", segundo a carta.

Desde que detectou o primeiro caso da pandemia em 6 de março, a Colômbia enfrentou uma multiplicação de infecções que totalizaram 798 na segunda-feira, incluindo 14 mortes.

O governo fechou as fronteiras e decretou o confinamento nacional até 13 de abril, entre outras medidas para conter a doença que causou mais de 36 mil mortes em todo o mundo.

A fortuna de Sarmiento, banqueiro de 87 anos e presidente do consórcio financeiro Grupo Aval Actions and Values, é estimada em US$ 10,8 bilhões pela Forbes. Segundo a mesma revista, há 58 bilionários no Brasil. Combate 2903


Fonte: oglobo.globo.com

Tags: homem mais rico da colômbia doa mais de r$ 100 milhões para população pobre contra pandemia de covid-19